Autor: Kelley Armstrong
Editora: Time Warner Books (UK)
Encadernação: Capa Mole
N.º de páginas: 464
Género: Ficção Urbana
ISBN:9781841493503


Sinopse

"Elena Michaels is the world's only female werewolf. And she's tired of it. Tired of a life spent hiding and protecting, a life where her most important job is hunting down rogue werewolves. Tired of a world that not only accepts the worst in her— her temper, her violence—but requires it. Worst of all, she realizes she's growing content with that life, with being that person.
So she left the Pack and returned to Toronto where she's trying to live as a human. When the Pack leader calls asking for her help fighting a sudden uprising, she only agrees because she owes him. Once this is over, she'll be squared with the Pack and free to live life as a human. Which is what she wants. Really."

Opinião
Elena, tendo sido transformada em lobisomens contra a sua vontade, e ao fim de alguns anos de convivência, decide afastar-se da sua alcateia para tentar levar uma vida normal, com um emprego, namorado e família humana, algo em que tem sido relativamente bem-sucedida até o dia em que recebe uma estranha chamada macho Alpha da alcateia, Jeremy.

A alcateia está com problemas em lidar com uns “Mutts” (lobisomens não pertencentes a uma alcateia) que lhes estão a comprometer o disfarce mantido durante muitos anos junto de uma comunidade humana, e Elena é chamada a ajudar já que estes são a sua especialidade. Mas voltar a “casa” significa abrir muitas feridas e lidar com situações mal resolvidas com o homem que ela um dia amou e que a transformou naquilo que ela é hoje, Clay.

Este livro está escrito de uma forma completamente envolvente e os momentos de pausa são escassos, o que o torna numa leitura absolutamente viciante, ou, como diriam os anglo-saxónicos, um verdadeiro “page turner”.

Elena é uma personagem bastante complexa e real, com qualidades e defeitos e detentora de um passado muito atribulado, o qual vamos descobrindo aos poucos. Aquilo que ela é e se tornou fazem com que seja uma personagem com uma grande carga emocional de agressividade e raiva não só pelo seu passado como pelo futuro que lhe foi roubado, algo que tenta esconder a todo o custo em prol dessa “vida normal” a que aspira.

Os seus sentimentos por Clay, uma personagem por si só bastante complexa e cheia de defeitos bem longe do homem perfeito criado para as heroínas deste tipo de livro, são contraditórios. É claro, desde o início deste livro que aquela relação está longe de estar terminada e esse “querer não querendo” é muito bem explorado ao longo de toda a história. O triângulo amoroso tem um fim que não é logo óbvio e autora não teve de recorrer aqueles clichés de matar um ou torná-lo dono de um defeito atroz e incompatível com a personalidade da personagem principal para que a escolha fosse feita.

O desenvolvimento das restantes personagens dos livros é díspar. Algumas encontram-se bastante bem desenvolvidas, outras nem por isso, mas todas com personalidades e movimentações na história bem distintas, tornando-se indispensáveis ao enredo que está a ser desenvolvido. Nenhuma parece estar a mais.

Este livro é uma autêntica descarga de adrenalina com todos os ingredientes para necessários para o tornar NO livro que rejuvenesce o mito dos lobisomens. Intriga, violência, emoção, romance e acção à mistura, tudo está lá e nas doses e alturas certas. Torna-se ainda melhor por estarmos perante uma heroína que de, ao contrário de muitos dos livros deste género, é forte, decidida e parte para acção. Mal dá para acreditar que se trata do 1º livro desta autora!

É, sem qualquer margem para dúvidas, que recomendo este livro aos apreciadores do género.



P.S. Peço imensas desculpas ao vencedores dos passatempos da semana passada mas ainda não consegui passar pelos correios para enviar os vossos prémios. Assim que o conseguir envio-vos um e-mail com essa informação.
Hiperligações para esta mensagem
Quero agradecer uma vez mais a participação de todos neste passatempo, o mais concorrido até agora.

As respostas consideradas correctas eram:

Qual a série literária a que pertence este livro?
Casa da Noite
ou House of Night

Qual o nome da personagem principal desta série?
Zoey
ou Zoey Redbird

O vencedor escolhido de forma aleatória foi:
7 - Ricardo Raimundo

Muitos Parabéns ao vencedor!

Tal como indiquei no post anterior, espero conseguir enviar o livro juntamente com os livros dos restantes sorteados dos outros passatempos ainda este sábado. Peço desculpas por qualquer atraso mas está complicado conseguir dar uma escapadela no trabalho para ir aos correios.


Hiperligações para esta mensagem
Muito obrigada a todos os participantes deste passatempo. Superamos a barreira das 30 participações se bem que apenas 24 foram consideradas válidas (repetição de morada, morada fora de Portugal Continental e respostas sem morada).

As respostas consideradas correctas eram:
  1. Qual a nacionalidade do autor? Indiana ou Indiano
  2. Qual o prémio ganho por esta obra? Man Booker Prize ou Booker Prize (a indicação do ano não era relevante).
O vencedor escolhido aleatoriamente foi:
15 - Carla Barroso

Parabéns Carla!

Espero conseguir enviar o livro juntamente com os livros dos restantes sorteados dos outros passatempos ainda este sábado. Peço desculpas por qualquer atraso mas está complicado conseguir dar uma escapadela no trabalho para ir aos correios.
Hiperligações para esta mensagem
Muito obrigada a todos os participantes deste primeiro passatempo do Leituras e Devaneios.

As respostas consideradas correctas eram:

Qual o nome da série de livros a que esta obra pertence?
Sookie Stackhouse ou The Southern Vampires Series

Por quem a personagem principal se apaixona neste livro?
Bill Compton ou apenas Bill

Quantos livros desta série já foram publicados na sua versão original?
9

O vencedor escolhido aleatoriamente foi:
3 - Luís Gomes

Parabéns! O livro segue até o fim desta semana pelo Correio.

P.S.
Todas as respostas dadas foram por mim analisadas uma a uma e verifiquei que 4 pessoas distintas responderam ao passatempo com exactamente a mesma morada. Por uma questão de justiça para com os restantes participantes apenas considerei para efeitos de concurso uma das pessoas pois, se se tratar da mesma casa, fica em família e todos puderão disfrutar no livro à mesma. Peço aos mesmos que, caso se trate de uma morada relativa a um escritório, respondam aos restantes passatempos em aberto com as suas moradas residenciais pois o mesmo procedimento será adoptado, ou seja, apenas será considerada uma participação por pessoa e morada.
Hiperligações para esta mensagem

Este livro foi-me oferecido há mais de 10 anos pela melhor amiga que alguma vez tive na vida, a Rita Camelo, pois sabia da minha adoração por literatura e história, e este pareceu-lhe o livro indicado para mim.

Por imaturidade minha na altura e por circunstâncias da vida, perdi a sua amizade e, consequentemente o contacto com ela. Sinto a falta dela a cada dia que passa, e cada vez mais lhe dou valor pela âncora que foi na minha vida e que fez com que não andasse à deriva numa das suas piores fases.

Rita, se alguma vez leres isto, gostaria de agradecer-te do fundo do coração tudo o que fizeste por mim. Jamais te esquecerei!

Opinião
Este livro só foi concluído à 6ª tentativa de o ler o que, por si só, não é um bom presságio no que concerne ao interesse que o mesmo me despertou. Elaborado com base em documentos pertencentes aos arquivos da Casa de França e no diário íntimo e correspondência da Rainha D. Amélia, a qual fala directamente para nós leitores.

Não foi uma mulher que tenha tido a vida facilitada ou que me pareça que tenha sido muito feliz desde tenra idade mas, acho um exagero as vezes em que as suas virtudes (algumas delas reconhecidas até os dias de hoje) são auto proclamadas em detrimento de praticamente todos os outros intervenientes na história os quais nunca estavam à sua altura nem ao seu nível de visão história, política e social. Foi uma grande mulher sem dúvida por tudo o que teve de suportar mas não era necessário exagerar!

Outro dos pontos menos bons da história é o eterno desfiar do rosário de personagens históricas das várias casas reais europeias em que nunca alguém é apenas referido como "meu primo" mas sim "meu primo, duque de ..... filho do herdeiro do trono de... e da princesa .....". Com este livro quase que conseguimos traçar árvore genealógica de 3 gerações de elementos das casas reais, mas não se fica por aqui. Em algumas passagens é-nos dado a conhecer, inclusive, o menu de algumas das refeições oficiais a que a Rainha ou o Rei D. Carlos atenderam (absolutamente desnecessário).

A parte final do livro será a melhor de todas pois dá-nos a conhecer melhor Amélia a Mulher, e não Amélia a rainha e é isso que fez muita falta a este livro. Se eu quisesse conhecer Amélia a Rainha lia livros de história mas queria mesmo conhecer era Amélia a Mulher, que por acaso também era Rainha.

Acho que fica bem expresso o meu descontentamento ao ler este livro mas, e como já disse aqui, não me desfaço de livros que me são dados. Mesmo que assim não fosse, este nunca sairá da minha estante pois é das poucas recordações que guardo de alguém tão especial para mim, pelo que este não entrará em nenhum passatempo futuro.

Ficha Técnica
Autor: Stéphane Bern
Editora: Civilização
Encadernação: Capa Mole
N.º de páginas: 228
Género: Romance Histórico
ISBN: 978-972-261-545-7
Tradução: Daniela Carvalhal Garcia
Hiperligações para esta mensagem

Parti com grandes expectativas para a leitura deste livro composto por pequenos contos/histórias, não só por já ter ouvido falar muito bem dele mas também por se tratar de um livro de Mark Twain que tanto já me encantou no passado.

Opinião
Este pequeno livro de contos, confirma o que já desconfiava há muito tempo... Não sou pessoa de contos!

De todos os contos que constituem esta obra, o único que me foi capaz de despertar a curiosidade e arrancar tanto gargalhadas como lágrimas foi aquele que lhe dá nome, se bem que soube a muito, muito pouco. Apenas 28 páginas lhe são dedicadas tendo ficado com aquela sensação de que muito mais poderia ter sido escrito, de que a história e as personagens tinham muito mais a dar. A "luta de sexos" aqui descrita continua actual, as falas (pensamentos) dos personagens muitas vezes hilariantes, e o fim do conto é lindo:
"At Eve's Grave
ADAM: Wheresoever she was, there was Eden".

Dos restantes pouco mais há para dizer além de que contribuíram para a diminuição das minhas insónias de tão pouco apelativos que foram para mim. Mesmo assim, e se tivesse de destacar um pela sua completa falta de interesse, este seria o "The $30,000 Bequest". É mau, mesmo muito mau. Passamos a maior parte do conto a ver as personagens fazer contas e projectos de investimento para um dinheiro que não têm, o que leva a que o desfecho seja bastante previsível.

Seguindo o mesmo raciocínio, se tivesse de eleger o menos mau (porque conseguiu mesmo assim me emocionar) seria o "Was it Heaven? or Hell?".

Pouco mais tenho a acrescentar para além de que não se tratou de todo de um livro que correspondesse às expectativas, e que leva a que tão depressa não pegue em nenhum livro de contos.

Posto isto, e como não pretendo manter tal obra na minha estante de livros, estejam atentos que em breve lançarei um novo passatempo para oferecer este livro a alguém que, assim espero, o saiba apreciar.

Ficha Técnica

Hiperligações para esta mensagem
Como podem ver aqui este foi um livro que ficou longe de me agradar pelo que, e após muita ponderação, resolvi que não faz sentido mantê-lo na minha estante se não era para completar a colecção.

Assim sendo, decidi que o melhor era oferecê-lo a alguém que o seja capaz de apreciar pelo que optei por abrir um novo passatempo. Para habilitarem-se a ganhar este livro apenas têm de responder correctamente às seguintes questões:
  1. Qual o nome da série literária a que pertence este livro?
  2. Qual o nome da personagem principal desta série?
Enviem as vossas respostas, juntamente com o vosso nome, e-mail e morada, para o seguinte contacto: isabel.pereira.c @ gmail.com (retirar os espaços), até o fim do dia 17 de Junho.

O presente passatempo é válido apenas para Portugal Continental e apenas será aceite uma participação por pessoa.

O vencedor será seleccionado aleatoriamente (gerador de números aleatórios) dentro de todos os que responderam correctamente às questões acima colocadas.
Hiperligações para esta mensagem
Acabaram de me oferecer a versão portuguesa do livro "The White Tiger" que tinha adquirido estas férias. Como não faz sentido nenhum manter os dois livros, e como não sou capaz de me desfazer de um livro que me tenha sido oferecido, optei por disponibilizar a versão a inglês para quem o queira ler.

Para se habilitarem a ganhar basta responder correctamente às seguintes questões:
  1. Qual a nacionalidade do autor?
  2. Qual o prémio ganho por esta obra?
Enviem as vossas respostas, juntamente com o vosso nome, e-mail e morada, para o seguinte contacto: isabel.pereira.c @ gmail.com (retirar os espaços), até o fim do dia 17 de Junho.

O presente passatempo é válido apenas para Portugal Continental e apenas será aceite uma participação por pessoa.

O vencedor será seleccionado aleatoriamente (gerador de números aleatórios) dentro de todos os que responderam correctamente.

Hiperligações para esta mensagem


Estive por terras londrinas nos últimos dias e, como não podia deixar de ser, passei boa parte do tempo enfiada em livrarias. Percorri desde a mais antiga livraria em Londres, Hatchard's, até às grandes cadeias de livrarias como a Borders e a Waterstone's.

Não sei se tive sorte ou se é prática corrente por aquelas bandas mas apanhei em quase todas as livrarias a que fui uma óptima promoção que permitia, dentro de um leque bem grande e abrangente de obras e géneros, a aquisição de 3 livros pelo preço de 2.

Apesar de ter aproveitado grandemente esta promoção a maior parte dos livros que iam na lista de "A comprar" ficaram mesmo por comprar pois não faziam parte da promoção e saia mais barato mandar vir pela internet. No entanto, aproveitei para comprar livros de autores que andava com vontade de experimentar, assim como para ficar a conhecer outros de que nunca ouvi sequer falar mas gostei das opiniões e sinopses dos livros que escreveram.

No total foram adquiridos 24 livros (2 em duplicado!) os quais podem ver no slideshow acima apresentado. Nem imaginam o peso das malas!!!


Hiperligações para esta mensagem

Depois de umas belas férias em que a compra de livros arrasou com o meu orçamento e, ao chegar a casa e reparar que consegui comprar dois livros iguais "Dead Until Dark" da Charlaine Harris, decidi abrir um passatempo para oferta de um deles.
Para se habilitarem a ganhar apenas têm que responder de forma correcta às seguintes perguntas:

  • Qual o nome da série de livros a que esta obra pertence?
  • Por quem a personagem principal se apaixona neste livro?
  • Quantos livros desta série já foram publicados na sua versão original?

Enviem as vossas respostas, juntamente com o vosso nome, e-mail e morada, para o seguinte contacto:
isabel.pereira.c @ gmail.com (retirar os espaços), até o fim do dia 15 Junho.

O vencedor será escolhido de forma aleatória com recurso a um gerador de números aleatórios.

Nota: O presente passatempo é válido apenas para Portugal Continental.
Hiperligações para esta mensagem