Este livro, por incrível que pareça, foi-me recomendado por uma funcionária dos CTT. Ao ler a sinopse e algumas das críticas da Imprensa decidi adquiri-lo. Mais tarde verei se foi uma boa sugestão ou não (se for tenho de lhe perguntar por mais HEHEHE).

Sinopse
"Num momento em que tem que tomar uma decisão que pode mudar a sua vida, Alexis Fieldings está determinada a descobrir o passado da sua mãe. Mas Sofia nunca falou sobre ele, apenas contou que cresceu numa pequena aldeia em Creta antes de se mudar para Londres. Quando Alexis decide visitar Creta, a sua mãe dá-lhe uma carta para entregar a uma velha amiga e promete que através dela, Alexis vai ficar a saber mais. Quando chega a Spinalonga, Alexis fica surpreendida ao descobrir que aquela ilha foi uma antiga colónia de leprosos. E então encontra Fotini e finalmente ouve a história que Sofia escondeu toda a vida: a história da sua bisavó Eleni, das suas filhas e de uma família assolada pela tragédia, pela guerra e pela paixão. Alexis descobre o quão intimamente ligada está àquela ilha e como o segredo os une com tanta firmeza. "

Imprensa
"Apaixonadamente envolvida pelo seu tema, a autora demonstra ter feito uma pesquisa meticulosa para apresentar os factos médicos."
The Sunday Times

"Uma leitura comovente e absorvente que nos toca o coração"
Evening Standard

"Lembra que o amor e a vida continuam mesmo nas circunstâncias mais extremas"
Sunday Express

Ficha Técnica
Autor: Victoria Hislop
Editora: Civilização
Publicação: Abril de 2007
Encadernação: Capa Mole
Nº. de páginas: 408
Género: Romance

Comments (3)

On 21 de outubro de 2008 às 21:57 , Canochinha disse...

Já tenho esse livro há mais de um ano à vontade na fila de espera. Não sei porquê, mas ainda não lhe peguei. Acho que até me esqueço dos livros que tenho por ler :D
Fico à espera da tua opinião ;)

 
On 22 de outubro de 2008 às 13:51 , Cristina disse...

É um livro maravilhoso! Adorei a história e foi-me sempre surpreendendo. Por causa dele, comprei o novo da autora. Recomendo uma leitura rápida, porque nem vais dar pelo tempo a passar.

 
On 15 de dezembro de 2008 às 23:51 , Dreamfinder disse...

Acabei de ler este livro há alguns dias e adorei. A história marca, tanto pela originalidade, quanto pela carga dramática. É um romance que ensina a ver para lá do óbvio e a acreditar na força da esperança e do amor. Lindíssimo! ;)